quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Beth-Luis-Nion - O Calendário Celta das Árvores


Há alguns dias me deparei com um suposto "horóscopo celta" que muito me intrigou pois, neste horóscopo, haviam diversas árvores que jamais tiveram ligação com os povos celtas. Digo jamais, porque boa parte não é nativa da Europa onde viveram os celtas. Exemplo delas são: "quaresmeira", "seringueira", "goiabeira", "paineira", "manacá", "jacarandá", "ipê" e "goiabeira".
De onde surgiu este "horóscopo" ainda é um mistério, porém, acreditem, não é proveniente da cultura celta e nem fora criado por eles. Nem poderia, pois é bem provável que estas árvores em questão não se desenvolveriam facilmente em solo europeu.
Se houvesse um "horóscopo celta", talvez estaria ligado ao que Robert Graves chama de "Treze Meses das Árvores". São 13 períodos, os quais cada um deles é regido por uma árvore do "Ogham"
Ogham é um alfabeto celta associado à algumas árvores cujo os símbolos, acredita-se, eram também utilizados como oráculos. Segundo Graves, havia também um calendário relacionado a este alfabeto que foi denominado "Beth-Luis-Nion". Cada período em questão conta com uma árvore correspondente.
Seriam elas: 

24/12 a 20/01 - Bétula - Beth
21/01 a 17/02 - Sorveira - Luis
18/02 a 17/03 - Freixo - Nion 
18/03 a 14/04 - Amieiro - Fearn
15/04 a 12/05 - Salgueiro - Saille
13/05 a 09/06 - Pilriteiro - Uath
10/06 a 07/07 - Carvalho - Duir
08/07 a 04/08 - Azevinho - Tinne
05/08 a 01/09 - Aveleira - Coll
02/09 a 29/09 - Videira - Muin
30/09 a 27/10 - Hera - Gort
28/10 a 24/11 - Junco - Ngetal
25/11 a 22/12 - Sabugueiro - Ruis
***
23/12 - Não há correspondente porque ocorre fora do ano de treze meses, portanto não seria regido por nenhuma árvore.


Estas são, de acordo com "A Deusa Branca", as árvores que correspondem ao antigo alfabeto e calendário celta. Notemos que todas elas são árvores (entenda-se por árvores qualquer tipo de planta -  pois antigos celtas não faziam a distinção botânica que existe hoje), que se desenvolvem em solo europeu.
Se existisse um "horóscopo celta das árvores" - digo novamente: "se existisse" (pois não há)- é bem provável que este estaria  ligado, no mínimo, às árvores europeias.


10 comentários:

Soraia disse...

Olá Hugo.

Tenho em meu blog uma postagem com este tema.
Segundo o texto, o horóscopo foi adaptado para o Hemisfério Sul, então creio que seja esta a razão da "quaresmeira", "seringueira", "goiabeira", "paineira", "manacá", "jacarandá", "ipê" e "goiabeira", que você citou, estarem presentes no horóscopo.

http://setasparaoinfinito.blogspot.com.br/2011/01/sua-arvore-sua-alma.html

Abraços.

Michael Josh disse...

Tomei conhecimento desse calendário celta de arvores hoje. O post é muito interessante!

Abraços,

Michael Josh ♥

http://diariodomichaeljosh.blogspot.com.br

Hugo Mendes (Oengus) disse...



Michael,
Fico feliz que tenha gostado...

Soraia,
Eu gostaria mesmo de saber quem fez esta adaptação, por quais motivos e simbologias foram estas as espécies escolhidas.
Há uma outra questão intrigante... Este calendário possui diversas árvores que também não são originárias do hemisfério sul... Exemplo: o salgueiro (nem um dos tipos), o carvalho (que é mais que raro por aqui), a Oliveira (tão difícil de ser cultivada em nosso clima) e o cipreste (pois o único pinheiro que temos é a Araucária).
Por isto eu digo que o criador teve um critério um pouco duvidoso ao desenvolver este horóscopo.
É isto...

Obrigado pelos comentários...

Blessed be

B disse...

Estava pesquisando sobre magia, e encontrei o seu blog. Muito bom amigo, um verdadeiro "achado" na internet. Gosto muito do tema magia e ocultismo. Voce tem conta no facebook? meu perfil lá é http://www.facebook.com/brunao.bruno.98
Tenho skype também, to lá como astrospace23. Se quisér conversar sobre o tema, estou a disposição =).
Um grande abraço , e parabéns pelo excelente blog. Bruno.

Mrs.Bluediver disse...

Olá! As árvores celtas trouxeram-me até o seu blog e acho-o com muita qualidade e você tem subtileza a reparar em coisas estranhas tais como um "calendário celta brasileiro", pois a mim dá-me vontade de rir, eheheh!! A simbologia de um carvalho num clima frio tem a sua própria conotação... Até considero que haja um calendário de árvores brasileiras, mas daí a chamarem-lhe de celta!!?
Parabéns pelo seu blog, pois também tem uma escrita num português excelente, coisa rara em blogues brasileiros :-{ perdão pela observação!
abraço desde Portugal, MagRose

Oengus disse...

Obrigado mais uma vez pelo comentário, MagRose.
É um prazer e uma honra ter leitores de Portugal.

Saudações.

Arcannes & Chelsea disse...

Excelente conteúdo do Blog, parabéns.

Oengus disse...

Obrigado Arcannes.... É bem vindo!!
Saudações!

Amor e Livros disse...

Oi, Oengus!
Muito bom o seu blog, de fato! Um conteúdo interessante e original. E não encontro em blog algum (nem do Brasil e menos ainda, de Portugal, hehehehe)nada sobre a botânica mágica celta. Você foi muito feliz na escolha de seu tema!

Adorei todas as postagens! Sou fascinada pela magia das plantas - e todo o folclore e mitologia que há por trás disso.

Quanto ao calendário (adaptado): Obviamente não pode existir "calendário celta-brasileiro", nem com a maior boa vontade do mundo em adaptá-lo, :D

Mas aqui temos muitas plantas curiosíssimas com uma riqueza de material folclórico e mitologia própria que daria uma enciclopédia inteira se fosse falar disso, :)

Obrigada pelas postagens e pela pesquisa caprichada. Muito legal mesmo!
;)

Hugo (Oengus) disse...

Obrigado.... É bem-vinda!!!
Se puder, entre em minha página do facebook, adoraria que pudesse compartilhar comigo alguns destes mitos.
Saudações...

Postar um comentário